renda fixa e renda variavel

Renda Fixa e Renda Variável: Saiba Isso!

É crucial saber a diferença entre renda fixa e renda variável para começar a investir. Se você já está com as finanças organizadas, o orçamento em dia e todo mês sobra algum dinheiro é hora de começar a investir.

E antes de começar você precisa saber a diferença entre a renda fixa e renda variável. Esse questionamento é muito comum entre as pessoas portanto não se preocupe. Neste post vou colocar as principais diferenças entre estes 2 tipos de investimento.

Depois de saber a diferença entre renda fixa e renda variável, você deve refletir a respeito do seu perfil. Se você for mais conservador vai alocar mais em renda fixa, aceitando um ganho menor mas também correndo um menor risco. Se você for mais arrojado aceitará correr um maior risco em troca de uma possibilidade de ganho mais elevado.

Sendo assim, vamos entender melhor o  que é renda fixa e renda variável.

Renda Fixa

renda fixa

Um investimento é de renda fixa quando os rendimentos dele já são acordados na contratação deste investimento. Imagine que você pega seu dinheiro e compra um título com vencimento para daqui a 1 ano.

No ato da compra desse título, está acordado que você vai receber o valor do seu investimento mais 10% desse valor na data do vencimento. Esse, é um título de renda fixa.

Os títulos de renda fixa possuem 2 formas de remuneração. Eles podem ser título pré-fixados ou pós fixados.

Pré-Fixados

O exemplo que dei anteriormente é um exemplo de título pré-fixado. O investidor compra o título e recebe o seu dinheiro no vencimento mais 10% dele.

O pré-fixado pode ser ainda de uma maneira diferente. O investidor pode comprar o título a um valor de mercado e na data do vencimento receber um valor maior.

Por exemplo, o título pode estar sendo vendido a R$723,00 neste momento e no vencimento o portador dele vai poder resgatar R$1.000,00.

Pós-Fixados

Este tipo de título de renda fixa paga o investidor a partir da variação de algum índice. Um exemplo disso são os índices que medem a inflação.

Por exemplo, você compra o título agora e vai receber seu dinheiro mais o IPCA. Ou ainda, vai receber seu dinheiro mais o IGPM.

Além disso pode ser usado ainda a SELIC. Você compra o título e recebe seu dinheiro mais a SELIC.

Tipos de Investimento em Renda Fixa

Existem muitas opções de investimento em renda fixa disponíveis no mercado. São exemplos disso os Certificados de Deposito Bancário (CDB), Letras de Crédito Imobiliário (LCI), Tesouro Direto, Debêntures, Letras de Crédito do Agronegócio e outras.

A grande característica do investimento em renda fixa é o ganho acordado na hora do investimento. Entretanto, isso não significa que esses investimentos são livres de risco.

Existe a possibilidade do emissor do título não cumprir com o acordado. Sendo assim, desconfie de taxas muito altas.

Sabe aquele CDB do banco Tabajara que paga 100% ao mês? Cuidado!

Renda Variável

renda variavel

A renda variável é a modalidade de investimento a qual não há nada definido antes. Inclusive existe a possibilidade de perder dinheiro. O exemplo clássico é o mercado de ações.

Ao comprar ações de uma empresa o investidor não sabe o que vai acontecer com ela. A empresa pode quebrar, ter um longo período de prejuízo, os retornos podem ser menores do que o esperado. Enfim, não tem como prever o futuro.

Entretanto, para o ganho o céu é o limite. Lembra que na renda fixa o ganho estava limitado a um valor ou percentual? Pois é, aqui na renda variável não existe limites para que por exemplo o preço de uma ação suba. Não existe “a ação só pode subir até R$100,00”. Pode ir ao infinito!

Assim, o que atrai investidores para esse tipo de investimento é a possibilidade de um ganho muito maior do que o da renda fixa. Se na renda fixa o investidor abre mão de um ganho maior para ter mais segurança, na renda variável o investidor aceita correr um maior risco em troca de um ganho mais elevado.

Além do mercado de ações, também são renda variável os seguintes investimento:

  • Fundos de investimento imobiliários (FII);
  • Fundos de ações;
  • Derivativos (mercado de opções por exemplo).

Renda Fixa e Renda Variável: O que Fazer?

o que considerar no fluxo de caixa

Já vimos  que na renda fixa existe o risco de calote e na renda variável existem os riscos de mercado e os riscos específicos do negócio ao qual se está investindo. Por isso surge a dúvida sobre o que fazer.

Lembra que no início do post eu falei pra você que você deveria refletir sobre o seu perfil? Pois é, você deve saber se quer correr mais riscos em troca da possibilidade um ganho maior ou se quer ter um ganho limitado em troca de mais segurança.

Por isso o que aconselho fazer é ter renda fixa e renda variável. Dependendo do seu perfil você pode ter mais em renda fixa ou mais em renda variável.

Se você for mais conservador pode ter 60% em renda fixa e 40% em renda variável. Se for mais arrojado pode ter pode ter 60% em renda variável e 40% em renda fixa. Nada impede também de ter 50% nas duas ou qualquer outro percentual. Isso só você pode saber.

Cuidado, Dá Pra Perder Dinheiro Com a Renda Fixa

Existe uma regra chamada de marcação a mercado. Com ela, os preços dos ativos são calculados conforme a taxa de juros de determinado momento do dia. Assim, se o investidor resgata um título antes do vencimento pode ganhar ou perder dinheiro.

Para saber mais sobre isso você pode ler o artigo “Como ganhar dinheiro fácil no Tesouro Direto investindo em LTN” ou o artigo “Aposente-se com NTN-B“. Lá explico mais especificamente o como isso acontece com cada um desses títulos.

Considere Seu Perfil

perfil

Agora leia os perfis de investidores abaixo e veja em qual você se encaixa mais. Uma coisa importante porém é que os investidores podem mudar de perfil.

Uma pessoa pode começar investindo com o perfil conservador. Com o tempo ela vai ganhando mais conhecimento e aumentando seu capital e assim passa a fazer investimentos mais arrojados.

Conservador

Neste perfil estão pessoas que na maioria dos casos perdem a calma com oscilações bruscas de preços. Pessoas com esse perfil não aceitam perdas e tendem a perder a calma em momentos de crise no mercado.

Esse tipo de investidor geralmente vende ações em baixa pois não suporta ver seu patrimônio diminuído. Com isso ele acaba perdendo dinheiro. Neste caso é recomendado ter mais ativos de renda fixa, como CDBs e Tesouro Direto do que ações por exemplo.

Moderado

Pessoas com perfil moderado tendem a se expor mais ao risco. Elas arriscam mais que as pessoas conservadoras e por isso tendem a ter uma rentabilidade maior nos investimentos.

Esse investidor geralmente tem mais conhecimento sobre finanças. Por isso que eles acabam investindo em mais aplicações de renda variável. Geralmente esses investidores separam seus investimentos em metade renda fixa e metade em renda variável.

Arrojado

Este tipo de investidor não tem medo de arriscar seu dinheiro desde que os lucros sejam altos. Geralmente são pessoas que costumam ter sangue frio em situações adversas.

Este tipo de investidor também costuma perder bastante dinheiro pois qualquer passo em falso pode dar um alto prejuízo. Por isso que geralmente perfis arrojados tem um grande conhecimento sobre finanças e bastante capital disponível para se recuperar de eventuais prejuízos.

E Então?! O Que Está Esperando Para Começar?

inicio

Agora que você já sabe o principal sobre aplicações de renda fixa e renda variável, está na hora de começar. Abra uma conta em uma corretora e comece a fazer investimentos. Você pode saber mais sobre como abrir uma conta em uma corretora clicando aqui.

Para aplicações de renda fixa meu investimento preferido é o Tesouro Direto. Este investimento é garantido pelo Tesouro Nacional, e por isso o risco é baixo. Já expliquei sobre isso nesse post. Se você quer saber mais sobre o Tesouro Direto recomendo CLICAR AQUI.

Para aplicações de renda variável meu investimento preferido é o mercado de ações. O investimento em ações é o melhor investimento de longo prazo que existe. Já expliquei por que neste artigo. Se quiser saber mais sobre investimento em ações recomendo CLICAR AQUI.

Espero que este post tenha ajudado você a saber mais sobre renda fixa e renda variável. Se eu ajudei você então por favor me ajude também compartilhando e curtindo este post e também deixando o seu comentário.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *