balancopatrimonial

O que analisar em um balanço patrimonial (4 dicas matadoras)

Depois de escrever sobre os 5 principais componentes dos demostrativos financeiros, está na hora de nos aprofundarmos em cada um deles. Hoje vamos analisar mais a fundo o balanço patrimonial. Vamos ver o que analisar em um balanço patrimonial.

O balanço patrimonial de uma empresa pode ser baixado no site da Bovespa na parte de empresas listadas. Em seguida você escolhe pela primeira letra a empresa a qual quer ver o balanço e em seguida escolha Relatórios Financeiros.

Nos relatórios financeiros você vai encontrar informações trimestrais e anuais. Eu particularmente só acompanho as anuais, para facilitar a minha vida. Para isso basta analisar as DFPs (Demonstrações Financeiras Padronizadas).

Outro lugar legal de baixar balanços é nos sites das companhias. Vá na sessão de RI e procure por DFP. Baixando a DFP você vai ver que é um arquivo PDF. No índice está a página do balanço patrimonial.

É fortemente recomendado você baixar e analisar os balanços das empresas para ir se familiarizando com os termos. Vamos agora explicar o balanço patrimonial.

Neste artigo, vou dar uma visão geral do balanço patrimonial e em seguida dar 4 dicas ao analisar o balanço patrimonial de uma empresa.

Visão geral do balanço patrimonial

O balanço patrimonial é uma fotografia do que a companhia tem e o que ela deve em uma determinada data. Podemos fazer um balanço patrimonial para qualquer dia do ano. Entretanto, ele vai servir somente àquela data específica. Sendo assim, os balanços das DFPs referem-se ao dia 31/12 do ano em questão.

Um balanço patrimonial é dividido em 2 partes, Ativo e Passivo. Na parte Ativo, encontramos Caixa, Investimentos, Contas a Receber, Estoques e Ativo Imobilizado. No Passivo estão o Passivo Circulante, que é o dinheiro devido até o prazo de 1 ano. Nele estão Contas a Pagar, Dívidas de Curto Prazo e Dívidas de longo prazo a vencer. Também no Passivo está o Passivo Exigível a Longo Prazo, que são as dívidas com vencimento superior a 1 ano.

Se pegarmos todo o Ativo e subtrairmos o Passivo temos o Patrimônio Líquido. Isso é o que precisamos saber para entender para saber o que analisar em um balanço patrimonial.

exemplobp

Agora vamos as dicas!

Dica 1: Analisando o Ativo Circulante conta Caixa

o que analisar em um balanço patrimonial

O ativo circulante nos indica o ciclo de como a empresa ganha dinheiro e também é conhecido como ativo de giro, ou capital de giro. Em resumo, a empresa usa o caixa para comprar estoques, esses estoques são vendidos e voltam a ser caixa ou transformados em contas a receber e depois voltam a ser caixa.

Caixa -> Estoques -> Contas a Receber -> Caixa

Quando uma empresa é boa ela costuma ter uma grande quantidade de dinheiro no caixa. Entretanto, uma grande quantidade de dinheiro em caixa pode significar 4 coisas:

  • a empresa tem um grande modelo de negócio e está gerando montanhas de dinheiro;
  • a empresa vendeu um ativo imobilizado e está com o dinheiro da venda em caixa;
  • a empresa emitiu novas ações e está com o dinheiro em caixa;
  • a empresa pediu um empréstimo e está com este valor em caixa.

Obviamente procuramos por empresas que tenham gerado caixa através de suas atividades. Para saber se é este o caso temos que verificar que:

  • o caixa aumenta e as dívidas não aumentam, para ver se a empresa não pediu empréstimo;
  • ver se o caixa aumentou mas o ativo imobilizado não diminuiu, para ver se não houve venda de ativos;
  • ver se a empresa não emitiu novas ações através da análise do fluxo de caixa na conta Fluxo de Caixa das Atividades de Financiamento.

Se ao analisar vários balanços e for constatado que o caixa aumentou e os itens acima são verdadeiros, provavelmente esta empresa tem um bom modelo de negócio que faz ela gerar montanhas de dinheiro.

Dica 2: Estoques

o que analisar em um balanço patrimonial

Ao ver o que analisar em um balanço patrimonial pouca gente analisa o estoque. Entretanto ele pode nos dizer coisas importantes sobre a empresa e o setor em que ela atua.

Aqui devemos evitar empresas no qual o estoque diminui e as contas a receber aumentem em ritmo acelerado, mas o caixa não acompanhe este aumento. Se isso acontece é sinal de que a empresa está oferecendo melhores condições de pagamento para realizar suas vendas. Isso é típico de setores altamente competitivos.

Procure um estoque que aumente na mesma proporção que o lucro líquido. Isso indica que a empresa está encontrando maneiras rentáveis de aumentar as vendas. Estoques que aumentam durante alguns anos são típicos de empresas de setores sujeito a retração.

Procure uma sincronia do estoque com o lucro líquido. Ainda, veja se as contas a receber não aumentam demais quando o estoque diminui.

 

Dica 3: Taxa de crescimento dos Lucros Acumulados

reserva

Uma das coisas mais importantes sobre o que analisar em um balanço patrimonial são os lucros acumulados. Mais especificamente a taxa de crescimento dele.

O Lucro Líquido da empresa pode ser usado para pagar dividendos aos acionistas, recomprar ações ou ser reinvestidos no negócio. Quando ele é reinvestido é lançado no balanço patrimonial na parte do Patrimônio Líquido em Lucros Acumulados.

Para saber o quanto do lucro líquido anual será adicionado aos Lucros Acumulados, pegamos o Lucro Líquido e subtraímos o valor pago em dividendos e recompra de ações. Este número vai sendo agregado aos dos anos anteriores. Do mesmo modo, se a empresa teve prejuízo, esse número é subtraído.

A taxa de crescimento desse número pode nos dizer muito sobre a empresa. Se a empresa tem uma taxa de crescimento dos lucros acumulados alta é bem provável que tenha alguma vantagem competitiva sobre as demais.

Nem todo o crescimento dos lucros acumulados são expansão nas vendas. Uma parte se deve a aquisição de outras empresas. Quando há fusão entre 2 empresas seus lucros acumulados são combinados e geram um número ainda maior.

Quando uma empresa vai retendo lucro e comprando outras boas companhias seu lucro acumulado vai saltando. Isso aumenta o crescimento do lucro futuro. É como uma galinha que coloca ovos de ouro e de alguns ovos nascem outra galinha que coloca mais ovos de ouro. 🙂

Ao analisar este número, olhe com carinho para empresas que tenham uma taxa de crescimento do lucro acumulado igual ou superior a 5%.

Dica 4: Coeficiente de endividamento corrigido

o que analisar em um balanço patrimonial

O coeficiente de endividamento é muito usado para identificar se uma empresa tem ou não muito dinheiro devendo em relação ao que ela de fato possui. Ele é a soma de todo o passivo da empresa dividido pelo patrimônio líquido.

Neste caso, se for 1 a empresa deve exatamente o que tem, se for maior que 1 ela deve mais do que tem e se for menor do que 1 ela deve menos do que tem.

O problema em usar isso é que empresas boas podem ter seu patrimônio líquido diminuído pois elas usam seu lucro para recompra de ações. Por isso podemos usar o seguinte artifício do coeficiente corrigido. Neste caso seria:

Passivo Total / (Patrimônio Líquido + Ações em Tesouraria)

Se este número for igual ou menor que 0,8 é um bom sinal!

Para saber se a a empresa não está trabalhando com a corda no pescoço, o que analisar em um balanço patrimonial neste caso, é esse coeficiente.

Resumindo, o que analisar em um balanço patrimonial

A análise de demonstrações financeiras não é uma ciência exata. É muito mais interpretativo do que matemático, e não adianta procurar uma empresa em que todos os números se encaixem redondo. Provavelmente esta empresa nem exista!

No entanto, para facilitar existem alguns pontos que nos dizem se a empresa pode ou não ser boa. Neste artigo mostrei 4 dicas sobre esses pontos.

  • o aumento de caixa deve ser proveniente dos lucros operacionais;
  • o estoque deve aumentar em sincronia com o lucro líquido;
  • taxa de crescimento dos lucros acumulados igual ou maior que 5% é sinal de boa empresa;
  • o passivo total dividido pelo patrimônio líquido mais ações em tesouraria igual ou menor que 0,8 é sinal de que a empresa não está endividada e provavelmente usa os lucros de suas operações para expandir seus negócios.

Não pare nessas 4 dicas

Seja curioso e vá em frente. Este artigo vai mostrar o que você precisa fazer para saber analisar de forma objetiva um balanço.

Com isso você pode focar somente no que é importante. Não perca tempo analisando informações que você não precisa.

Você vai ver como você pode conseguir o balanço simples e objetivo em forma de cores, de 148 empresas listadas na Bovespa.

Espero ter ajudado, deixe seu comentário abaixo.

2 comentários em “O que analisar em um balanço patrimonial (4 dicas matadoras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *