escolherempresasparainvestir

Como escolher empresas para investir [5 dicas]

Existem muitas formas de seleção de empresas. Algumas por análise gráfica e outras analisando índices fundamentalistas. Neste post vou explicar o que eu procuro ao escolher empresas para investir.

A resposta para essa pergunta é vantagem competitiva. A vantagem competitiva de uma empresa em cima das concorrentes é importante pois ela cria uma situação econômica semelhante a um monopólio. Isso possibilita que essas empresas cobrem mais por seus produtos ou vendam mais produtos.

Com isso essas companhias ganham muito mais dinheiro do que suas concorrentes. Ainda, possuem modelos de negócios tão fantásticos que é muito difícil a concordata. Se a vantagem competitiva da empresa for durável (se mantém constante por um longo período) então o seu valor aumenta ano após ano.

Bem, entendo… (você deve estar dizendo). Mas como vou saber se a empresa tem ou não vantagem competitiva?

Certo! Neste post vou mostrar pra você 5 fatores que podem indicar que a empresa tem uma vantagem competitiva em cima de suas concorrentes. Vamos ao trabalho!

Como escolher empresas para investir

1. Vendem um produto exclusivo

Pense na Coca-Cola. Qual outra empresa no mundo vende Coca-Cola além da Coca-Cola? Nenhuma!

Essas empresas inserem as histórias de seus produtos em nossas mentes nos fazendo pensar neles quando surge uma necessidade. Deu sede? Tome Coca-Cola!

Essas companhias conquistaram um lugar na mente do consumidor e por isso seus produtos nunca precisam ser modificados. Elas conseguem cobrar um preço mais alta e vender a uma quantidade maior. O que é mais caro, uma garrafa de Coca-Cola ou uma de Frioba? O que vende mais, Coca-Cola ou Frioba?

Portanto, na hora de escolher empresas para investir veja se ela vende um produto exclusivo. Quando uma empresa se encontra nessa situação é bem provável que ela tenha uma vantagem competitiva em cima de suas concorrentes.

2. Comprar e vender a um baixo custo

Agora, pense onde é mais barato comprar uma garrafa de Coca-Cola, na vendinha da esquina da sua casa ou em um supermercado da Wal-Mart? Certamente em uma grande rede de supermercados o preço da sua Coca-Cola sairá mais em conta.

Neste modelo de negócio as grandes margens são trocadas por grandes volumes. Aqui o aumento de volume mais do que compensa a redução das margens.

É preciso ser comprador e vendedor a baixo custo. Isso permite a você obter um resultado melhor que o da concorrência além de a imagem de melhor preço do mercado ficar associada a mente do consumidor.

Com isso, geralmente essas empresas compram seus concorrentes dominando o mercado em questão.

Empresas que por algum motivo conseguem comprar a um baixo custo têm uma margem de lucro maior que a de suas concorrentes. Este pode ser um indício de que a empresa possui uma vantagem competitiva.

3. Pouco investimento em P&D

Fique longe de empresas com altos investimentos em pesquisa e desenvolvimento. Essa dica é um pouco estranha porque P&D é geralmente visto com bons olhos. Entretanto, para um negócio, pode não ser uma boa.

Imagine o quanto da sua receita a Microsoft deve canalizar para P&D para superar os avanços da Google? Quando uma vantagem é resultado de algum avanço tecnológico sempre há a ameaça de que alguma tecnologia nova a substitua.

A Intel, líder em seu setor, deve canalizar boa parte de seu lucro para P&D. Essa parte poderia ser usada para expandir os negócios da empresa, fazer recompra de ações ou mesmo ir para os acionistas. Entretanto se a Intel não fizer estes investimentos poderá perder a sua liderança de mercado.

Por outro lado a Coca-Cola não precisa ficar investindo em P&D. Todo o seu lucro pode ser usado em benefício do seu negócio e de seus acionistas. As pessoas tomavam Coca-Cola a 100 anos atrás, continuam tomando até hoje e provavelmente tomaram nos próximos 100 anos.

Sendo assim é bom evitar empresas que canalizam grandes quantidades de dinheiro para P&D para manterem seus negócios. Se elas possuem algum tipo de vantagem sobre a concorrência precisam ficar colocando dinheiro em P&D para manter essa vantagem e assim não sobra muito para o acionista.

Como escolher empresas para investir

4. Margem Bruta acima de 40%

Na próxima dica para escolher empresas para investir você precisa entender o conceito de Margem Bruta.

Subtraindo da Receita Total o Custo dos Produtos Vendidos obtemos o Lucro Bruto. O Lucro Bruto como percentual da Recita Total é a Margem Bruta.

Empresas que mantém consistentemente uma Margem Bruta alta tendem a ter uma vantagem competitiva sobre as demais do setor. Isso acontece porque essas companhias tem condições de estabelecer o preço de seus produtos muito acima dos custos.

Sem vantagem competitiva a empresa tem que reduzir o preço do produto. Essa queda, é claro, reduz as margens de lucro e a rentabilidade da empresa.

No geral empresas com Margem Bruta acima de 40% tendem a ter uma vantagem competitiva. Empresas com Margem Bruta abaixo dos 40% geralmente estão em setores mais competitivos onde a concorrência puxa as margens para baixo.

Isso, é claro, é muito bom para os consumidores. Entretanto, se você quer comprar ações de empresas que realmente lucram alto, prefira as maiores margens brutas.

5. Lucro Líquido crescente

Quando a empresa tem uma vantagem competitiva ela começa a vender cada vez mais. Se a administração for boa então parte deste lucro é reinvestido no negócio para que este cresce, gerando assim mais lucro. Isso ao longo do tempo pode ser observado no aumento crescente do Lucro Líquido.

É claro que um ano ou outro o lucro pode diminuir, mas a tendência geral deve ser de alta. Por isso o bom é ver o Lucro Líquido dos últimos 10 anos da empresa. A tendência deve ser de alta no longo prazo.

Quando for escolher empresas para investir procure por lucros crescentes e consistentes.

Exemplo

Procure algo assim:

Ano – Lucro

2006 – R$140.000.000,00

2007 – R$133.000.000,00

2008 – R$142.000.000,00

2009 – R$150.000.000,00

2010 – R$151.000.000,00

2011 – R$148.000.000,00

2012 – R$155.000.000,00

2013 – R$158.000.000,00

2014 – R$157.000.000,00

2015 – R$160.000.000,00

2016 – R$161.000.000,00

 

Observe que embora em alguns anos o lucro tenha diminuído a tendência é de alta. Muito provavelmente se a empresa tem vantagem competitiva sobre as concorrentes, o ano em que os lucros delas diminuíram os das concorrentes também. Isso pode ser por causa de algum problema no setor ou na economia como um todo que as vendas tenham caído para todos.

Fuja de algo assim:

Ano – Lucro

2006 – R$240.000.000,00

2007 – (R$100.000.000,00) prejuízo

2008 – R$152.000.000,00

2009 – R$142.000.000,00

2010 – R$158.000.000,00

2011 – (R$10.000.000,00) prejuízo

2012 – R$145.000.000,00

2013 – R$148.000.000,00

2014 – R$137.000.000,00

2015 – R$120.000.000,00

2016 – R$133.000.000,00

Note a inconsistência nos resultados. Além de alguns anos de prejuízo existe uma tendência de baixa no lucro. Os anos de prejuízo intercalado com lucro também podem indicar que a empresa está em um setor sujeito a grandes retrações e expansões.

Quando a demanda é maior que a oferta então acontecem as expansões. A empresa produz mais para atender a demanda. Isso acaba aumentando os custos e gerando um excesso de oferta no setor. Esse excesso acaba derrubando os preços e a empresa perde dinheiro, até que ocorra um outro ciclo de expansão.

Isso é típico de empresas do setor automotivo. Empresas como Coca-Cola e Wal-Mart sempre vendem, mesmo nas crises. Você deixa de ir ao supermercado ou de tomar Coca-Cola por causa da crise? No entanto, para trocar de carro você pensa duas vezes se a situação não é tão boa, não é mesmo?

Resumindo, como escolher empresas para investir

esolher empresas para investir

Para escolher empresas para investir tenha em mente que você deve buscar por empresas com vantagem competitiva em cima das concorrentes. Isso faz com que elas tenham um melhor resultado, e você acaba com um patrimônio maior.

Para encontrar empresas com vantagem competitiva as listei 5 dicas abaixo.

  1. Vender um produto exclusivo;
  2. Comprar e vender a um baixo custo;
  3. Pouco investimento em P&D;
  4. Margem Bruta acima de 40%;
  5. Lucro Líquido crescente.

Se quiser saber mais sobre análise de empresas para comprar ações você pode ler este livro.

Espero que você tenha gostado do artigo.

Se gostou curte e compartilha ai!

Não esquece dos comentários.

4 comentários em “Como escolher empresas para investir [5 dicas]

    1. Obrigado Paulo Fernando!
      Seja sempre muito bem-vindo. Nada como receber um comentário como esse para seguir sempre motivado a postar mais.
      Obrigado pela visita e volte sempre!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *