análise de fluxo de caixa

Análise de Fluxo de Caixa Para Escolher Ações

A análise de fluxo de caixa pode nos revelar coisas que não estão indo bem apesar de a empresa dar lucro. A demonstração de fluxo de caixa nos mostra o dinheiro que realmente entrou na empresa, se diferenciando assim da demonstração do resultado do exercício.

Se a empresa faz uma venda de 1 milhão parcelado em 10 vezes de 100 mil, na receita contabiliza 1 milhão. Porém, no fluxo de caixa entra só a primeira parcela de 100 mil. A medida que as prestações vão sendo pagas é que vai contando no fluxo de caixa.

A receita é regime de competência e fluxo de caixa é regime de caixa. Regime de caixa é só quando o dinheiro entra.

Já falei sobre o fluxo de caixa neste artigo. Nele escrevi que o fluxo de caixa esta dividido em:

  • Fluxo de Caixa Operacional (FCO): resultado líquido das atividades operacionais.
  • Fluxo de Caixa de Investimento (FCI): resultado líquido dos investimentos realizados.
  • Fluxo de Caixa de Financiamento(FCF): resultado líquido dos empréstimos e emissões de títulos.

Aqui vou falar do fluxo de caixa livre (FCL), do fluxo de caixa de financiamento (FCF) e de investimentos feitos pela empresa. Investimentos esses, que podem dar certo ou não.

O fluxo de caixa livre pode nos falar coisas que somente olhando para o lucro não nos damos conta. Além disso vai nos dizer se a empresa realmente faz dinheiro ou não.

Vamos ver também que fluxo de caixa de financiamento é bom ser negativo. E ainda, que podemos acompanhar os investimentos da companhia através do fluxo de caixa de investimentos (FCI).

Continue lendo até o final e você vai saber mais sobre esta importante dica na análise de empresas para investir.

O que é Fluxo de Caixa Livre (FCL)

reserva

Antes vamos fala rapidamente do aumento ou redução de caixa. O aumento ou redução de caixa é a soma do Fluxo de Caixa Operacional mais o Fluxo de Caixa de Investimento mais o Fluxo de Caixa de Financiamento.

Se a soma de tudo é positiva então teve aumento de caixa.

Se a soma de tudo é negativa então teve redução de caixa.

FCL não Considera o Financiamento

O Fluxo de Caixa Livre considera somente a soma do Fluxo de Caixa Operacional mais o Fluxo de Caixa de Investimento. O de financiamento é excluído porque se a empresa toma um empréstimo de 2 milhões mas o caixa operacional deu 1 milhão positivo e o caixa de investimento deu 2 milhões negativo. O caixa total teve um aumento de 1 milhão mas na verdade esse aumento veio porque a empresa tomou empréstimo.

Desse jeito você pode ver que a empresa pode ter um caixa total positivo mas um caixa livre negativo. Se isso acontece sabemos que o positivo veio ou por empréstimos, lançamento de debêntures ou outros títulos. Não pela atividade operacional da empresa.

Assim, o fluxo de caixa livre é muito importante pois nos diz o que sobra de dinheiro da atividade operacional da empresa descontados os investimentos. Ele mostra se a empresa está realmente fazendo dinheiro, se ele é negativo significa que a empresa está investindo mais do que o que entra de dinheiro.

Para uma melhor análise de fluxo de caixa vamos agora compreender um pouco mais o fluxo de caixa de financiamento (FCF).

 

Fluxo de Caixa de Financiamento (FCF)

o que analisar em um balanço patrimonial

O fluxo de caixa de financiamento aumenta quando a empresa toma dinheiro emprestado, emite ações, debêntures ou títulos. Em contrapartida ele diminuí quando a empresa paga dívidas ou dividendos aos acionistas.

Se a empresa toma 1 milhão de empréstimo o caixa aumenta em 1 milhão na hora, mas lá no regime de competência, a dívida aumenta. E é aí que mora o perigo ou a oportunidade!

Se os investimentos feitos pela empresa não vierem dando resultado, a dívida vai aumentando e a empresa se enforcando.

No entanto se o plano de investimentos da empresa der certo espera-se que no futuro ela não necessite mais de investimentos e gere muito lucro aumentando bastante seu caixa.

Vamos agora  ver o exemplo de 2 empresas que aumentaram os investimentos. Uma é a Petrobrás e a outra a Cielo. A primeira teve prejuízo. A segunda no entanto aumentou o seu caixa operacional mantendo o aumento consistente de lucro. Parece que o investimento vem dando certo. Eu disse parece!

Petrobrás

plataformapetr

Para ver a análise de fluxo de caixa da Petrobrás olhe o quadro abaixo.

FCO FCI FCF  FCT FCL Lucro Líquido Dívida Líquida Dívida Bruta/PL
2016 89.709 -40.064 -66.726  -17.081 49.645 -13.045 314.120  1,53
2015 86.407 -42.218 -14.191  29.998 44.189 -35.171 391.957  1,91
2014 62.241 -85.208 26.149  3.182 -22.967 -21.924 282.033  1,13
2013 56.209 -76.673 27.263  6.799 -20.464 23.006 221.548  0,77
2012 54.145 -74.940 11.649  -9.146 -20.795 20.959 147.370  0,57
2011 56.322 -57.838 7.664  6.148 -1.516 33.109 102.999  0,47
2010 53.435 -105.567 53.858  1.726 -52.132 35.901 61.575  0,38
2009 51.838 -70.279 31.626  13.185 -18.441 31.734 99.589  0,62
2008 49.951 -53.425 5.624  2.150 -3.474 30.898 63.323  0,45

Veja que até o ano de 2015 o FCL da Petrobrás foi negativo. Ela tinha lucro e o FCO sempre entrando dinheiro entretanto devido ao plano de investimento o FCI era sempre maior.

Note que o FCF foi positivo até 2014, porque a empresa tomava dinheiro emprestado para fazer caixa. Com exceção do ano de 2012 até o ano de 2014 o caixa até aumentou. Mas foi porque o FCF também aumentou. Repare que de 2008 pra 2015 o a dívida líquida salta de 63.323 milhões para 391.957 milhões.

Uma hora essa dívida deve ser paga!

Em 2015 a dívida bruta chegou a quase duas vezes o patrimônio líquido. Como os investimentos feitos pela empresa não aumentaram o FCO a dívida saiu do controle.  Assim, de 2014 até 2016 houve prejuízo!

Em 2016 a dívida líquida deu uma baixada. Mas nesse ano a dívida bruta foi pouco mais de uma vez e meia o patrimônio líquido da empresa.

Esse é um bom exemplo de empresa que tinha lucro e aumentou o investimento mas manteve o aumento de caixa com aumento de FCF. E como vimos, o FCF positivo é dinheiro que entra aumentando a dívida. E uma hora essa dívida deve ser paga.

Cielo

maquinacartao

Veja o quadro abaixo para a análise de fluxo de caixa da Cielo.

FCO FCI FCF  FCT FCL Lucro Líquido Dívida Líquida  Dívida bruta/PL
2016 5.129 -535 -3.140  1.454 4.594 4.183 8.133  0,84
2015 2.842 -8.591 2.914  -2.835 -5.749 3.651 12.050  1,31
2014 1.834 -674 2.395  3.555 1.160 3.228 3.341  1,70
2013 1.999 -120 -1.870  9 1.879 2.680 2.065  0,75
2012 1.250 -1.471 349  128 -221 2.320 1.683  0,92
2011 1.785 -358 -1.384  43 1.427 1.816 -142  0,11
2010 1.537 -291 -1.509  -263 1.246 1.830 -250
2009 972 -256 -1.274  -558 716 1.533 0

Note que o FCL da Cielo antes de 2015, com exceção de 2012, sempre foi positivo. A empresa controlou bem o caixa e em 2015 o FCL foi de -5.749 milhões com o FCI de -8.8591 milhões!

Até 2011 a empresa não tinha dívida líquida.  Depois aumentou o investimento como mostra o FCI. Note que a dívida líquida também aumentou. Em 2015 houve um grande investimento e a dívida líquida saltou de 3.341 milhões para 12.050 milhões. O endividamento aumentou e a dívida bruta pelo patrimônio líquido ficou 1,3.

Mas no ano de 2016 os investimentos feitos pela empresa parece que estão dando resultados. O lucro segue aumentando consistentemente. Apesar da dívida bruta ser 0,84 do patrimônio líquido, 2 anos de lucro cobrem a dívida líquida.

Note como o FCL já é positivo. Repare também no FCO. Passou de 2.842 milhões para 5.129 milhões. Veja que o FCF á negativo. Nos dá a entender que o investimento feito aumentou o caixa e a dívida vem sendo paga.

Parece um bom exemplo de um investimento que está dando certo.

Concluindo Sobre a Análise de Fluxo de Caixa

como juntar dinheiro

Como disse, a análise de fluxo de caixa nos mostra o que a empresa está fazendo com o dinheiro. Nos mostra que apesar de a empresa ter lucro, se ela perder o controle da dívida por um investimento errado pode entrar em situação preocupante. Vimos isso com a Petrobrás.

Também vimos na análise de fluxo de caixa da Cielo que se o investimento dá certo o caixa operacional aumenta. Com esse aumento dá pra pagar a dívida, como mostra o FCF. No futuro quando a dívida for paga, o lucro pode saltar. Se esse for o caso da Cielo o tempo dirá.

O que vimos de muito importante também é que o FCL nos diz se empresa está realmente fazendo dinheiro.

Aqui só analisamos os números. Mas sabemos pelas notícias que o grande investimento da Petrobrás no começo dos anos 2010 foi no pré-sal. O endividamento da Cielo ocorrido de 2012 a 2015 foi pela compra da empresa americana Merchat e-Solutions e pela parceria com o Banco do Brasil chamada Cateno.

Para mais informações você deve consultar o site de Relação com Investidores das respectivas empresas.

Note que o investimento pode ou não dar certo. Mas acompanhando o fluxo de caixa podemos ter uma ideia do que vai bem e do que vai mal. Entretanto, acima de tudo não se esqueça que a a análise de empresas não é uma ciência exata. O que está bom pode piorar e o que está ruim pode melhorar. Não dá pra ter certeza do futuro.

Este foi um simples exemplo da análise de fluxo de caixa. Não estou dizendo que uma empresa é boa e a outra é ruim e muito menos recomendando compra ou venda.

Espero que você tenha gostado. Se gostou compartilha aí. Se quiser saber mais sobre análise de ações clique aqui. Também pode dar uma olhada neste livro e neste livro. Não esqueça também de deixar um comentário.

2 comentários em “Análise de Fluxo de Caixa Para Escolher Ações

  1. Parabéns pelo post. Muito bem explicado.
    O fluxo de caixa é uma análise que o fundamentalista deve conhecer a fundo.
    Eu costumo dizer que, para o pequeno investidor, achar uma empresa com bons fundamentos na bovespa é como achar uma agulha em um palheiro, porém com o conhecimento e as ferramentas certa essa busca fica muito mais fácil.
    Sem dúvida a análise do fluxo de caixa é uma dessas ferramentas que vão ajudar nessa busca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *