análise de fluxo de caixa

Análise de Fluxo de Caixa Para Escolher Ações

A análise de fluxo de caixa pode nos revelar coisas que não estão indo bem apesar de a empresa dar lucro. A demonstração de fluxo de caixa nos mostra o dinheiro que realmente entrou na empresa, se diferenciando assim da demonstração do resultado do exercício.

Se a empresa faz uma venda de 1 milhão parcelado em 10 vezes de 100 mil, na receita contabiliza 1 milhão. Porém, no fluxo de caixa entra só a primeira parcela de 100 mil. A medida que as prestações vão sendo pagas é que vai contando no fluxo de caixa.

A receita é regime de competência e fluxo de caixa é regime de caixa. Regime de caixa é só quando o dinheiro entra.

Já falei sobre o fluxo de caixa neste artigo. Nele escrevi que o fluxo de caixa esta dividido em:

  • Fluxo de Caixa Operacional (FCO): resultado líquido das atividades operacionais.
  • Fluxo de Caixa de Investimento (FCI): resultado líquido dos investimentos realizados.
  • Fluxo de Caixa de Financiamento(FCF): resultado líquido dos empréstimos e emissões de títulos.

Aqui vou falar do fluxo de caixa livre (FCL), do fluxo de caixa de financiamento (FCF) e de investimentos feitos pela empresa. Investimentos esses, que podem dar certo ou não.

O fluxo de caixa livre pode nos falar coisas que somente olhando para o lucro não nos damos conta. Além disso vai nos dizer se a empresa realmente faz dinheiro ou não.

Vamos ver também que fluxo de caixa de financiamento é bom ser negativo. E ainda, que podemos acompanhar os investimentos da companhia através do fluxo de caixa de investimentos (FCI).

Continue lendo até o final e você vai saber mais sobre esta importante dica na análise de empresas para investir.

O que é Fluxo de Caixa Livre (FCL)

reserva

Antes vamos fala rapidamente do aumento ou redução de caixa. O aumento ou redução de caixa é a soma do Fluxo de Caixa Operacional mais o Fluxo de Caixa de Investimento mais o Fluxo de Caixa de Financiamento.

Se a soma de tudo é positiva então teve aumento de caixa.

Se a soma de tudo é negativa então teve redução de caixa.

FCL não Considera o Financiamento

O Fluxo de Caixa Livre considera somente a soma do Fluxo de Caixa Operacional mais o Fluxo de Caixa de Investimento. O de financiamento é excluído porque se a empresa toma um empréstimo de 2 milhões mas o caixa operacional deu 1 milhão positivo e o caixa de investimento deu 2 milhões negativo. O caixa total teve um aumento de 1 milhão mas na verdade esse aumento veio porque a empresa tomou empréstimo.

Desse jeito você pode ver que a empresa pode ter um caixa total positivo mas um caixa livre negativo. Se isso acontece sabemos que o positivo veio ou por empréstimos, lançamento de debêntures ou outros títulos. Não pela atividade operacional da empresa.

Assim, o fluxo de caixa livre é muito importante pois nos diz o que sobra de dinheiro da atividade operacional da empresa descontados os investimentos. Ele mostra se a empresa está realmente fazendo dinheiro, se ele é negativo significa que a empresa está investindo mais do que o que entra de dinheiro.

Para uma melhor análise de fluxo de caixa vamos agora compreender um pouco mais o fluxo de caixa de financiamento (FCF).

 

Fluxo de Caixa de Financiamento (FCF)

o que analisar em um balanço patrimonial

O fluxo de caixa de financiamento aumenta quando a empresa toma dinheiro emprestado, emite ações, debêntures ou títulos. Em contrapartida ele diminuí quando a empresa paga dívidas ou dividendos aos acionistas.

Se a empresa toma 1 milhão de empréstimo o caixa aumenta em 1 milhão na hora, mas lá no regime de competência, a dívida aumenta. E é aí que mora o perigo ou a oportunidade!

Se os investimentos feitos pela empresa não vierem dando resultado, a dívida vai aumentando e a empresa se enforcando.

No entanto se o plano de investimentos da empresa der certo espera-se que no futuro ela não necessite mais de investimentos e gere muito lucro aumentando bastante seu caixa.

Vamos agora  ver o exemplo de 2 empresas que aumentaram os investimentos. Uma é a Petrobrás e a outra a Cielo. A primeira teve prejuízo. A segunda no entanto aumentou o seu caixa operacional mantendo o aumento consistente de lucro. Parece que o investimento vem dando certo. Eu disse parece!

Petrobrás

plataformapetr

Para ver a análise de fluxo de caixa da Petrobrás olhe o quadro abaixo.

FCO FCI FCF  FCT FCL Lucro Líquido Dívida Líquida Dívida Bruta/PL
2016 89.709 -40.064 -66.726  -17.081 49.645 -13.045 314.120  1,53
2015 86.407 -42.218 -14.191  29.998 44.189 -35.171 391.957  1,91
2014 62.241 -85.208 26.149  3.182 -22.967 -21.924 282.033  1,13
2013 56.209 -76.673 27.263  6.799 -20.464 23.006 221.548  0,77
2012 54.145 -74.940 11.649  -9.146 -20.795 20.959 147.370  0,57
2011 56.322 -57.838 7.664  6.148 -1.516 33.109 102.999  0,47
2010 53.435 -105.567 53.858  1.726 -52.132 35.901 61.575  0,38
2009 51.838 -70.279 31.626  13.185 -18.441 31.734 99.589  0,62
2008 49.951 -53.425 5.624  2.150 -3.474 30.898 63.323  0,45

Veja que até o ano de 2015 o FCL da Petrobrás foi negativo. Ela tinha lucro e o FCO sempre entrando dinheiro entretanto devido ao plano de investimento o FCI era sempre maior.

Note que o FCF foi positivo até 2014, porque a empresa tomava dinheiro emprestado para fazer caixa. Com exceção do ano de 2012 até o ano de 2014 o caixa até aumentou. Mas foi porque o FCF também aumentou. Repare que de 2008 pra 2015 o a dívida líquida salta de 63.323 milhões para 391.957 milhões.

Uma hora essa dívida deve ser paga!

Em 2015 a dívida bruta chegou a quase duas vezes o patrimônio líquido. Como os investimentos feitos pela empresa não aumentaram o FCO a dívida saiu do controle.  Assim, de 2014 até 2016 houve prejuízo!

Em 2016 a dívida líquida deu uma baixada. Mas nesse ano a dívida bruta foi pouco mais de uma vez e meia o patrimônio líquido da empresa.

Esse é um bom exemplo de empresa que tinha lucro e aumentou o investimento mas manteve o aumento de caixa com aumento de FCF. E como vimos, o FCF positivo é dinheiro que entra aumentando a dívida. E uma hora essa dívida deve ser paga.

Cielo

maquinacartao

Veja o quadro abaixo para a análise de fluxo de caixa da Cielo.

FCO FCI FCF  FCT FCL Lucro Líquido Dívida Líquida  Dívida bruta/PL
2016 5.129 -535 -3.140  1.454 4.594 4.183 8.133  0,84
2015 2.842 -8.591 2.914  -2.835 -5.749 3.651 12.050  1,31
2014 1.834 -674 2.395  3.555 1.160 3.228 3.341  1,70
2013 1.999 -120 -1.870  9 1.879 2.680 2.065  0,75
2012 1.250 -1.471 349  128 -221 2.320 1.683  0,92
2011 1.785 -358 -1.384  43 1.427 1.816 -142  0,11
2010 1.537 -291 -1.509  -263 1.246 1.830 -250
2009 972 -256 -1.274  -558 716 1.533 0

Note que o FCL da Cielo antes de 2015, com exceção de 2012, sempre foi positivo. A empresa controlou bem o caixa e em 2015 o FCL foi de -5.749 milhões com o FCI de -8.8591 milhões!

Até 2011 a empresa não tinha dívida líquida.  Depois aumentou o investimento como mostra o FCI. Note que a dívida líquida também aumentou. Em 2015 houve um grande investimento e a dívida líquida saltou de 3.341 milhões para 12.050 milhões. O endividamento aumentou e a dívida bruta pelo patrimônio líquido ficou 1,3.

Mas no ano de 2016 os investimentos feitos pela empresa parece que estão dando resultados. O lucro segue aumentando consistentemente. Apesar da dívida bruta ser 0,84 do patrimônio líquido, 2 anos de lucro cobrem a dívida líquida.

Note como o FCL já é positivo. Repare também no FCO. Passou de 2.842 milhões para 5.129 milhões. Veja que o FCF á negativo. Nos dá a entender que o investimento feito aumentou o caixa e a dívida vem sendo paga.

Parece um bom exemplo de um investimento que está dando certo.

Concluindo Sobre a Análise de Fluxo de Caixa

como juntar dinheiro

Como disse, a análise de fluxo de caixa nos mostra o que a empresa está fazendo com o dinheiro. Nos mostra que apesar de a empresa ter lucro, se ela perder o controle da dívida por um investimento errado pode entrar em situação preocupante. Vimos isso com a Petrobrás.

Também vimos na análise de fluxo de caixa da Cielo que se o investimento dá certo o caixa operacional aumenta. Com esse aumento dá pra pagar a dívida, como mostra o FCF. No futuro quando a dívida for paga, o lucro pode saltar. Se esse for o caso da Cielo o tempo dirá.

O que vimos de muito importante também é que o FCL nos diz se empresa está realmente fazendo dinheiro.

Aqui só analisamos os números. Mas sabemos pelas notícias que o grande investimento da Petrobrás no começo dos anos 2010 foi no pré-sal. O endividamento da Cielo ocorrido de 2012 a 2015 foi pela compra da empresa americana Merchat e-Solutions e pela parceria com o Banco do Brasil chamada Cateno.

Para mais informações você deve consultar o site de Relação com Investidores das respectivas empresas.

Note que o investimento pode ou não dar certo. Mas acompanhando o fluxo de caixa podemos ter uma ideia do que vai bem e do que vai mal. Entretanto, acima de tudo não se esqueça que a a análise de empresas não é uma ciência exata. O que está bom pode piorar e o que está ruim pode melhorar. Não dá pra ter certeza do futuro.

Este foi um simples exemplo da análise de fluxo de caixa. Não estou dizendo que uma empresa é boa e a outra é ruim e muito menos recomendando compra ou venda.

Espero que você tenha gostado. Se gostou compartilha aí. Se quiser saber mais sobre análise de ações desde o básico então leia este artigo. Se já tem alguma experiência com ações leia este artigo. Não esqueça também de deixar um comentário.

2 comentários em “Análise de Fluxo de Caixa Para Escolher Ações

  1. Parabéns pelo post. Muito bem explicado.
    O fluxo de caixa é uma análise que o fundamentalista deve conhecer a fundo.
    Eu costumo dizer que, para o pequeno investidor, achar uma empresa com bons fundamentos na bovespa é como achar uma agulha em um palheiro, porém com o conhecimento e as ferramentas certa essa busca fica muito mais fácil.
    Sem dúvida a análise do fluxo de caixa é uma dessas ferramentas que vão ajudar nessa busca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *